Oi meus queridos, tudo bem?
Desculpe ter sumido aqui do blog, principalmente para vocês que sempre visita meu blog todos os dias, fico feliz que cada um de vocês ainda estão aqui comigo e que ainda continua me acompanhando. Esse mês de maio teve vários acontecimentos e veio cheio de notícias boas e ruins tudo ao mesmo tempo e isso me deixou triste, pois no mesmo dia que consegui o apartamento meu tio faleceu com câncer. Queria agradecer a cada um de vocês que sempre estão aqui comigo e quero que vocês saibam que eu não me esqueçi de vocês.

Achei um lugar para morar e ainda estou próxima da casa dos meus pais… A única coisa que muda é que agora sou uma mulher da cidade grande.
Fiquei realmente sem tempo, pois visitei vários apartamentos até achar um que se qualifique no orçamento, depois teve essa parte de organizar toda a mudanças para meu novo lar e o pior que eu ainda estou sem internet no apartamento, mas hoje vim para o lobby para atualizar vocês. Vamos lá?

A idade da independência chegou e finalmente, meu noivo e eu conseguimos dinheiro para alugar um apartamento e ainda continuar morando na zona sul de São Paulo.

Hoje tenho um banheiro praticamente só pra mim e meu noivo, as disputa acabaram, pois era tipo uma batalha como Games Of Thornes na casa dos meus pais rs.

As primeiras semanas parecem um sonho: fizemos a nossa primeira compra grande no mercado, e, decidimos mudar a nossa alimentação + academia e já separei um post no blog sobre como está sendo se alimentar corretamente, então a minhas compras foram focadas nisso. Também demos uma olhada na parte de itens de cozinha e cama e acabei pegando roupa de cama errado peguei lençol de solteiro rs, no dia  seguinte precisei voltar novamente ao mercado e pegar o lençol de casal.

Gente o extra aqui perto do apartamento é gigantesco, não era um mercadinho e sim um hiper mega extra, então já queria ir na parte de decoração é óbvio, meu bem…pois sempre quis decorar meu primeiro apartamento e é claro não que podia faltar meu girassol, pois é minha marca registrada aqui no blog. Sério eu pirei nessa parte.

Tentei também pegar pisca-pisca, para ganhar o ar “cool e despretensioso”, mas eu não achei, bom eu ainda estava só conhecendo o meu no bairro e vou deixar essa parte de comprar decorações no Brás.

Sempre fui daquelas que faz busca de “faça você mesmo baratos e legais” no Google com a intenção de montar um lar com a minha cara, mas o apartamento é alugado, então não vou mexer muito, mas mesmo assim vou tentar deixar ele bem a minha cara.

A sensação que eu estou sentindo é de uma experiência incrível, divertida, mas muito, muito desafiadora. Mas eu sempre sonhei em morar sozinha e ir pra cidade grande e ter aquelas vista linda e privilegiada de São Paulo e a vista favorita é da ponte estaiada, é claro que eu amo a tranquilidade, natureza e ficar longe e ao mesmo perto da cidade e toda aquela correria, mas optei em morar aqui e isso acaba favorecendo bastante na locomoção, pois realmente estou perto de tudo e ainda continua tendo a natureza à minha volta, pois sou muito Green.

E é claro que aonde eu morava antes em Embu das Artes para a cidade grande não é longe, só demora uns minutos ou apenas 1 hora de onibus dependendo do horário que você sai de casa e tenho que falar que de carro é muito mais rápido e confortável. Acabamos optando em continuar morando no Brasil por enquanto, então optei por ficar perto da minha família. Sério eu amo São Paulo e principalmente a zona sul, me sinto confortável em ficar aqui, aonde nasci. E vejo também que tem muitos que ficam espantados e com medo de morar em São Paulo. Pra mim não é problema e se não conheço um cantinho da cidade, sempre aos finais de semana vou fazendo minhas descobertas, pois São Paulo é enorme.

Morar sozinha era um dos meus objetivos desde que me conheço por gente, sempre fui muito sonhadora, nunca limitei meus sonhos, mesmo parecendo que muitos deles não iriam se realizar. E por ser a garotinha sonhadora em toda minha caminhada tive muitas reações de pessoas negativas à minha volta. Quase todos os momentos pessoas tentaram jogar cal nos meus sonhos, mas hoje a maioria dessas pessoas estão vendo meus planos se tornarem realidade. Mas é claro que teve muito suor e muitas lágrimas derramadas, não foi fácil, perdemos muita coisa e planos muitas vezes já se frustraram,  tivemos que nos sacrificar muito pra chegar até aqui.

E hoje conseguimos ter uma grande conquista, ainda é o primeiro passo, mas esse passo foi  realizado com sucesso. E com os sonhos ao mesmo tempo venha  uma grande responsabilidade. Afinal de contas, morar com os pais pode até ser meio “chato” às vezes, não temos muita privacidade, o resto, olha eu sempre fui a mão direita dos meus pais, sempre ajudava em tudo, cuidava sempre da casa, limpeza, ajudava com o preparo da comida e ajudava com os boletos, então sempre tive essa maturidade e responsabilidade a única coisa é um pouco de medo, por ser novo, mesmo conhecendo São Paulo esse lugar ainda reserva muitas surpresas, mas com o tempo se acostuma e a saudade também, pois sempre escutava minha mãe levantar e acorda com o cheirinho de café, melhor coisa é o cafezinho da mãe.
A melhor coisa de conquistar a independência é ser dono do próprio nariz, apenas eu e meu noivo tomamos a decisão de tudo e fazemos tudo que quisermos. Mas isso é um processo natural e todo mundo vai passar por isso pelo menos uma vez na vida.
Mas vale ressaltar que morar sozinha(o) não é uma mar de rosas, sempre tenha em mente: as contas chegam, o papel higiênico acaba, se tú és mulher o absorvente acaba e a louça acumula se você não lavar. Eu sou muito organizada, então não sofro com esses problemas, mas mesmo sendo organizada as vezes podemos perder o controle de tudo, a única coisa que falo e tente manter a calma, pois no final tudo ficará bem, ok?

Contrapartida, se eu tivesse meus 18 anos e tivesse indo morar sozinho, e as decisões são todas minhas! Quer pintar as paredes? Quer dar uma festa? Quer almoçar sorvete? Jantar chocolate? Quer ser o peladão do apartamento, tipo o vizinho da frente igual acontece em F•R•I•E•N•D•S? Quer sair e chegar sem precisar dar satisfação? Afinal a casa é minha e partir de agora eu faço o que quiser! Uhu! Só que não, já sou uma mulher adulta e muito responsável, já tive alguns momentos irresponsável, mas o amadurecimento me veio cedo, mas posso também dizer que sou uma pessoa sentimental e muito na minha também(paz e amor). Hoje me vejo indo ao mercado tomando as decisões do que eu vou comprar pro meu apartamento e fico cheirando os amaciantes ou tento evitar ao máximo muito cheiro pra não ter uma ataque de rinite alérgica(risos).

Estou amando a tranquilidade e a quietude do meu lar e acorda cedo e poder escolher qual será meu café da manhã e é tão divertido e ao mesmo tempo incrível aproveitar essa total liberdade com dose de responsabilidade, eu estou curtindo cada momento: Já convidei minha família e amigos para que venha visitar e ter um dia divertido com muitas risadas e muita comida, meu noivo e eu já preparamos um prato especial no almoço e na janta, tomei banhos demorados, vire a noite maratonando séries e me aventurando nas coisas banais. Tem sido demais, se você está vivendo isso agora como eu, Boa Sorte!

 

 

Se você visitou, não deixe de deixar um comentário ❤️🌻